Shopping: Amazon AliExpress Blue Monday
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Notícias

10/01/2004 23:00
Apenas 78 das 193 motos que largaram continuam no Rali Dakar após 3 etapas no inferno da Mauritânia
Da Redação
As três etapas (7ª, 8ª e 9ª etapas) do Rali Dakar 2004 disputadas na Mauritânia foram umas das mais difíceis da história do Rali. A sétima etapa contou com uma especial de 701 km, com um total de 1.055 km ao final do dia. O vencedor nas motos foi o francês Richard Sainct, com 6h39min.

A oitava etapa tinha uma especial de 355 km, mas apresentava uma navegação muito difícil, fazendo com que os pilotos levassem praticamente o mesmo tempo da longa etapa anterior para completá-la. O espanhol Joan Roma foi o vencedor, após 5h38min. O francês Cyril Despres foi um dos muitos que se perderam e acabou dizendo adeus à liderança da classificação geral.

A nona etapa, disputada nesta sexta-feira (09/01), trouxe a especial mais longa de todo o rali, com 736 km de muita areia fina e dunas. Despres se recuperou e venceu a longa especial em 9h34min. Roma lidera a classificação geral com Sainct muito perto, 3min33s atrás.

O brasileiro Jean Azevedo caiu da 11ª para a 15ª colocação na geral após a longa etapa do dia. As etapas deste sábado e do domingo foram canceladas por falta de segurança no Mali.

Apenas 78 das 193 motos que largaram deverão retomar o rali na próxima terça-feira, 13 de janeiro, após o dia de descanso programado da segunda-feira.


Ajude-nos a seguir com nosso trabalho de 20 anos. Você pode doar qualquer valor de forma pontual ou recorrente. Veja as opções a seguir:

Doar