Shopping: Amazon AliExpress Blue Monday
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Notícias

03/10/2004 17:43
Rossi cai e Gibernau vence o GP do Qatar de MotoVelocidade – Barros fica em 4º
Da Redação
O espanhol Sete Gibernau venceu neste sábado (02/10) a primeira corrida do Campeonato Mundial de MotoVelocidade disputada no Oriente Médio. Gibernau venceu o GP do Qatar, 13ª etapa do campeonato, realizada no circuito de Losail.

A corrida teve uma polêmica antes da largada, quando os italianos Valentino Rossi (Yamaha) e Max Biaggi (Honda) sofreram uma penalização de 6 segundos nos tempos do treino classificatório porque suas equipes limparam as posições de largada dos pilotos no grid, respectivamente o 8º e o 11º lugares. Os dois largaram nas últimas colocações. A pole position foi do espanhol Carlos Checa (Yamaha), com o brasileiro Alexandre Barros (Honda) largando em 2º e Gibernau (Honda) em 3º.

Gibernau largou bem e assumiu a liderança já na primeira volta, para não mais perdê-la. Seu companheiro de equipe, o norte-americano Colin Edwards, completou a prova em segundo. O espanhol Ruben Xaus (Ducati) subiu ao pódio pela primeira vez na carreira, na terceira colocação.

O brasileiro Alexandre Barros largou mal e caiu para quinto. Atrás, Rossi vinha com tudo e acabou esbarrando em Barros em sua escalada na classificação. O brasileiro perdeu várias posições. Logo em seguida, o motor da Kawasaki do japonês Shinya Nakano estourou bem na frente de Barros, jogando óleo e fumaça para cima do brasileiro, que acabou saindo da pista e voltando nas últimas colocações. Em uma excelente corrida de recuperação, Barros conseguiu terminar na quarta colocação.

Valentino Rossi cometeu um erro ainda nas primeiras voltas e sofreu uma forte queda, sem graves conseqüências. Com a vitória de Gibernau e o abandono de Rossi, a briga pelo título voltou a ficar equilibrada entre os dois. Rossi lidera o campeonato com 229 pontos, contra 215 de Gibernau, faltando 3 corridas para o final do Mundial.

A corrida da categoria 125cc no Qatar foi marcada por um inédito empate na primeira colocação. O espanhol Jorge Lorenzo e o italiano Andrea Dovizioso cruzaram a linha de chegada juntos, com a cronometragem registrando o mesmo tempo para os dois. Lorenzo foi declarado o vencedor segundo o desempate previsto no regulamento, que leva em conta a melhor volta de cada piloto na corrida.


Ajude-nos a seguir com nosso trabalho de 20 anos. Você pode doar qualquer valor de forma pontual ou recorrente. Veja as opções a seguir:

Doar