Shopping: Amazon AliExpress Blue Monday
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Notícias

30/08/2004 07:14
Antoine Jaoude enfrenta campeões e não avança na Luta Livre em Atenas
Da Redação
A sorte não ajudou a Luta Livre brasileira nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004. O sorteio que definiu as chaves do torneio olímpico deixou o único representante do Brasil na disputa, Antoine Jaoude (até 96 kg), no mesmo grupo do atual bicampeão mundial, Eldar Kurtanidze, da Geórgia, e do duas vezes vice-campeão mundial, o iraniano Alireza Heidari. Assim, o sonho do brasileiro de seguir na competição foi interrompido ainda na primeira fase. A medalha de ouro da categoria ficou com o russo Khadjimourat Gatsalov. Magomed Ibragimov, do Uzbequistão, ficou com a prata e o iraniano Heidari com o bronze.

Diante de adversários tão fortes, Antoine perdeu seus dois confrontos. Mas sua vinda para Atenas já foi considerada uma vitória, depois de deixar de carimbar o passaporte para Atlanta 1996 e Sydney 2000 por apenas um ponto. "Ele trabalhou muito. Fez uma preparação boa, mas, infelizmente, caiu numa chave muito dura. Não tínhamos a pretensão de sair com um título olímpico, mas ele poderia ter ido mais longe, caso a chave na fosse tão dura", disse Roberto Leitão, chefe da equipe do Brasil.

Agora, segundo o dirigente, a pretensão é investir num centro de treinamento para a Luta Livre no Rio de Janeiro. "Precisamos de um local para treinamento para preparar novos valores que estão surgindo. Queremos chegar aos próximos Jogos Olímpicos com mais de um atleta classificado", disse Roberto.


Ajude-nos a seguir com nosso trabalho de 20 anos. Você pode doar qualquer valor de forma pontual ou recorrente. Veja as opções a seguir:

Doar