Shopping: Amazon AliExpress Blue Monday
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Notícias

27/08/2004 17:54
Rodrigo Pessoa conquista a medalha de prata no Hipismo em Atenas
Da Redação
O brasileiro Rodrigo Pessoa conquistou nesta sexta-feira a medalha de prata na prova de saltos do Hipismo dos Jogos Olímpicos de Atenas 2004. Depois de empatar em segundo lugar com o norte-americano Chris Kappler com oito pontos perdidos nos dois percursos da final, os dois entraram na pista para um novo percurso desempate.

Rodrigo, montando Baloubet du Rouet, cometeu apenas uma falta, derrubando o último obstáculo e perdendo quatro pontos. Na seqüência, depois de cumprir parte do seu percurso, o cavalo do norte-americano, Royal Kaliber, começou a mancar e Kappler foi obrigado a se retirar da prova, ficando com a medalha de bronze. "O americano é muito veloz e teve de arriscar muito, estava até um pouco para frente", disse o brasileiro, explicando que Kappler vinha saltando muito próximo dos obstáculos. "Eu tinha que arriscar e rezar para passar. Infelizmente dei um toque leve e derrubei um obstáculo", completou.

Com o resultado, o hipismo brasileiro sobe ao pódio olímpico pela terceira vez consecutiva. Em Atlanta 1996 e Sydney 2000, o Brasil havia conquistado o bronze por equipes. Em Atenas 2004, a equipe nacional ficou com a décima colocação.

Rodrigo entrou no segundo percurso tendo cometido duas faltas no primeiro, de tarde. Com oito pontos perdidos, completou o percurso da noite sem cometer nenhuma falta. Em seguida, o irlandês Cian O'Connor, que perdera apenas quatro pontos com uma falta no primeiro percurso, também zerou o segundo e ficou com o ouro. Já Chris Kappler, que também tinha quatro pontos perdidos, cometeu mais uma falta e empatou em oito com Rodrigo, forçando o desempate.

Rodrigo foi um dos primeiros a fazer o segundo percurso. Com isso, o brasileiro precisou contar com erros de 16 conjuntos para conquistar sua medalha. "Não estou acostumado a estar nessa situação de entrar antes e ficar torcendo contra, normalmente entro para o final", disse ele, que é o segundo do ranking mundial.

Outros dois conjuntos brasileiros também disputaram a final desta sexta-feira. Luciana Diniz-Knippling, montando Mariachi, completou o primeiro percurso com cinco faltas, somando 20 pontos e sendo eliminada. Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda, montando Countdown 23, cometeu duas faltas em sua primeira passagem, perdendo oito pontos. Na segunda passagem, Doda foi eliminado por ter saltado um obstáculo fora da área demarcada e não voltar para saltá-lo novamente.


Ajude-nos a seguir com nosso trabalho de 20 anos. Você pode doar qualquer valor de forma pontual ou recorrente. Veja as opções a seguir:

Doar