Shopping: Amazon AliExpress Blue Monday
 DATABASE
PT         +

Notícias

27/08/2004 05:19
Seleção brasileira de Voleibol feminino perde jogo ganho e vai tentar repetir o bronze
Da Redação
A seleção brasileira de Voleibol feminino desperdiçou seis match points na semifinal contra a Rússia e acabou perdendo nesta quinta-feira (26/08) a chance de disputar em Atenas 2004 a final olímpica pela primeira vez.

O Brasil começou bem a partida, com o time executando bem todos os fundamentos. Mari, Walewska e Valeska se destacaram no bloqueio, Virna apareceu bem no ataque e a seleção fechou o primeiro set em 25-18. No segundo set, as brasileiras erraram mais que as adversárias. O Brasil chegou a estar perdendo por 16 a 10, mas reagiu com bons ataques de Mari. Fernanda Venturini empatou o jogo com um ace em 21-21 e em seguida o Brasil venceu por 25-21.

O jogo parecia ganho para o Brasil, mas no terceiro set a seleção voltou a errar muito, cedendo 8 pontos para a Rússia, que demonstrava mais controle e venceu por 25-22. O quarto set foi o mais surpreendente. O Brasil chegou a ter cinco match points quando vencia a partida por 24-19, mas desperdiçou todos. "Isso é como pênalti, cada uma teve uma chance", diria depois o técnico Zé Roberto. A Rússia fechou o set em 26 a 28 e a partida foi para o tie break.

O Brasil chegou a fazer 6 a 3 no set decisivo, mantendo vantagem de três pontos praticamente até o fim. Mas quando a partida estava em 13 a 10 a seleção errou 3 bolas seguidas e a Rússia empatou. O Brasil desperdiçou mais um match point e, no último ponto, Fernanda levantou para Mari, que atacou para fora. Vitória da Rússia de virada por 3 sets a 2, em 2h02min, com parciais de 18-25, 21-25, 25-22, 28-26 e 16-14.

Bronze em Atlanta 1996 e em Sydney 2000, a seleção feminina vai tentar o terceiro bronze seguido no próximo sábado, 28 de agosto, contra a seleção de Cuba. Rússia e China vão disputar a medalha de ouro.

O técnico da seleção brasileira, José Roberto Guimarães, não se conformava com a derrota. "Nosso time se comportou bem numa partida difícil. Mas é difícil explicar o inexplicável. Abrimos uma vantagem de 24 a 19 no quarto set e não conseguimos fazer um ponto, que nos levaria à final. Vai ser difícil dormir".